A irmandade

História

A Irmandade do Senhor Jesus Passos foi fundada no dia 1º de janeiro de 1765, com o objetivo de desenvolver o culto ao Senhor Jesus dos Passos e ser guardiã de sua imagem. Segundo a história oficial, a Irmandade seguia rumo a cidade de Rio Grande (RS) quando em 1764, atracou em Santa Catarina (por uma vontade divina, como afirmam os católicos da Ilha).

Mais tarde, em julho de 1782, a Irmandade iniciou a prática de obras de misericórdia e, assim, passou a prestar assistência aos doentes pobres e desvalidos, fornecendo alimentação e cuidados médicos com o auxílio do Irmão Antônio da Silva Gomes. Foi neste período que surgiu a instituição da “Caridade dos Pobres”, ou seja, o marco inicial para a implantação de um hospital (atualmente o Imperial Hospital de Caridade) com assistência médico hospitalar. Dessa forma, a Irmandade assumiu o trabalho de ajudar as pessoas que chegavam a Ilha do Desterro e não tinham um lugar para onde ir.

Hoje, a Irmandade do Senhor Jesus dos Passos é mantenedora e responsável pela administração, manutenção e zelo do Imperial Hospital de Caridade, da Capela Menino Deus, da Casa de Apoio, do Cemitério, de todos os seus bens móveis e imóveis e demais atividades religiosas, com destaque para as festividades relacionadas à Procissão do Senhor dos Passos.

Fundadores

  • Governador Francisco Antônio Cardoso de Menezes e Souza
  • Ouvidor Geral Doutor Duarte de Almeida Sampaio
  • Provedor da Real Fazenda Felix Gomes Figueiredo
  • Padre Ignácio José Galvão
  • Padre Manuel Fernandes da Silva
  • Padre Marcelino de Souza Abreu
  • Capitão-mor Jacintho José Nicoz
  • Capitão de Ordenanças Thomás Francisco da Costa
  • Capitão Antônio de Miranda Jordão
  • Capitão Antônio Tavares Ferreira
  • Capitão José Bernardo Galvão
  • Capitão Manuel de Souza e Silva
  • Capitão Manuel Fernandes Lessa
  • Capitão Manuel Gonçalves Leão
  • Capitão Manuel Ramos de Araújo
  • Tenente Antônio Martins Couto e Castro
  • Tenente Guilherme Barbalho Bezerra
  • Tenente João da Costa Silveira
  • Licenciado Vicente Ferreira Victório
  • Senhor Antônio Luis Escovar e Araújo
  • Senhor Fernando de Queirós Pinto
  • Senhor Francisco José de Castro
  • Senhor Gregório José de Freitas Lisboa
  • Senhor Manuel Medeiros e Souza
  • Senhor Manuel Vieira Maciel

Como Ingressar

O ingresso na Irmandade é realizado através de um requerimento solicitado junto a Irmandade do Senhor Jesus dos Passos. Para isso, os interessados devem possuir:

  • Idade igual ou superior a 18 anos;
  • Ser praticante da religião Católica Apostólica Romana;
  • Ter bom conceito moral;
  • Estar disposto a assumir o compromisso de respeitar e cumprir com seus deveres perante a Irmandade.

Para mais informações sobre a Irmandade do Senhor Jesus dos Passos, ligue para o telefone (48) 3221-7587.

Direitos

– Assistir reuniões da Mesa Administrativa quando convocado;

– Participar dos cultos e solenidades;

– Ser votado para todos os cargos eletivos da Mesa Administrativa, Conselho Pleno e Conselho Fiscal, atendidas as condições e exigências de idade e tempo de vinculação ao quadro social;

– Sepultamento em jazigo do cemitério da Irmandade, com cerimônia de encomendação do corpo e missa no trigésimo dia do falecimento;

– Sepultar nos jazigos do cemitério da Irmandade os filhos solteiros menores de 18 anos e residentes em sua companhia.

Deveres

– Satisfazer o pagamento da jóia, anuidade e outros valores regularmente estabelecidos;

– Comparecer a todos os atos solenes e festivos da Irmandade;

– Promover por todos os meios ao seu alcance, o engrandecimento da Irmandade e seu patrimônio;

– Denunciar irregularidades de que tenha conhecimento à Mesa Administrativa;

– Aceitar e exercer com dignidade o cargo para o qual tenha sido eleito, salvo por motivo imperioso devidamente aceito pelo Conselho Pleno.

Associação de Voluntários

A Associação de Voluntários do Imperial Hospital de Caridade (AVIHC), fundada no dia 06 de julho de 2012, é uma entidade civil, sem fins econômicos, politicamente apartidária e constituída de pessoas sem distinção de nacionalidade, religião, cor, sexo ou raça. Assim, sua sede também está localizada nas dependências do Imperial Hospital de Caridade (IHC), em Florianópolis.

A Associação tem como finalidade desenvolver atividades voluntárias e filantrópicas de apoio ao IHC, assim como promover a solidariedade humana por meio do auxílio aos pacientes e aos serviços do hospital.

Além disso, a entidade também visa a manutenção e o desenvolvimento de outras atividades que sejam compatíveis com suas finalidades associativas.

Objetivos da Associação:

– Aplicar integralmente sua renda, recursos e eventual resultado operacional na manutenção e desenvolvimento dos objetivos institucionais;

– Prestar serviços gratuitos ao Imperial Hospital de Caridade, de forma planejada e sistemática, não se restringindo apenas a distribuição de bens e benefícios;

– Aplicar subvenções e doações recebidas nas finalidades a que estejam vinculadas.

 

A Associação, no sentido de alcançar seus objetivos, poderá:

– Celebrar convênios, acordos, contratos e outros instrumentos jurídicos com pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, nacionais ou internacionais;

– Manter intercâmbio e realizar trabalhos com entidade afins;

– Auxiliar outras entidades que atuam em objetivos ou temas semelhantes;

– Organizar eventos sociais beneficentes, cujos recursos serão destinados integralmente para a manutenção dos objetivos institucionais.

MESA ADMINISTRATIVA

Provedor  – Eduardo Dutra da Silva

1º Vice Provedor – VAGO

2º Vice Provedor – Laudares Capella

3º Vice Provedor – VAGO

Secretário Geral – Edy Genovez Luft

Secretário Adjunto – Carlos Eduardo Souza

Tesoureiro Geral – Sinésio Stefano Dubiela Ostroski

Tesoureiro Adjunto – José Hipólito da Silva

Procurador Geral – Cláudio Gastão da Rosa Filho

Procurador Adjunto – Nicoli Moré Bertotti

Mordomo do Culto Divino – Wilmar Soares

Mordomo Adjunto do Culto Divino – Rita de Cássia Ocampo Moré

CONSELHO CONSULTIVO

MEMBROS NATOS:

Aloísio Acácio Piazza

Edgar Rutkoski

Felipe Otávio Boabaid

José Carlos Pacheco

Luiz Mário Machado

Moacir Pereira

Nelson Pamplona da Rosa

Nereu do Vale Pereira

Valter Brasil Konell

TITULARES:

Alberto João da Cunha

Ademar Arcângelo Cirimbelli

Edson Caporal

Léo Mauro Xavier

SUPLENTES:

Érico Szpoganicz

Iara Regina Miotti

João Mário Zomer

CONSELHO FISCAL:

TITULARES:

Jorge dos Passos Correa Cobra

Hélio da Costa Bez

SUPLENTES:

Alexandre Cunha

Capelão: Pe. Gervásio Fuck

Clique no botão abaixo para fazer o Download do Estatuto da Irmandade Senhor Jesus dos Passos:

ESTATUTO DA IRMANDADE

Procissão Nosso Senhor dos Passos

História

 Há 247 anos, a Procissão do Senhor dos Passos ganha as ruas do centro da capital catarinense como símbolo de fé e história.

A festividade iniciou em 1766, após dois anos, quando uma embarcação com destino a cidade de Rio Grande (RS), atracou na Ilha do Desterro trazendo a imagem baiana de Senhor Jesus dos Passos.

Por uma vontade divina, assim acreditaram os católicos da Ilha, a vinda por engano da escultura, que rememora o sofrimento de Jesus Cristo crucificado, se tornou símbolo de devoção.

A imagem é atribuída ao escultor baiano Francisco das Chagas. Atualmente, a Procissão do Senhor dos Passos é Patrimônio Cultural Imaterial de Santa Catarina, conforme Decreto n° 2.504 de 2004. Porém, está com um processo em andamento para que seja registrada como Patrimônio Cultural Brasileiro.

A escultura representa a primeira queda de Jesus a caminho do Calvário. Esculpida em tamanho natural, tem o joelho esquerdo apoiado no chão e as mãos seguram a grossa cruz amparada no ombro esquerdo. Assim, a túnica de tecido roxo decorada com bordados dourados deixa a mostra os pés do Senhor dos Passos. Além disso, no rosto escorrem suor e sangue, provocados pela coroa de espinhos que se prendem os longos cabelos naturais. Com semblante verdadeiro, encanta milhares de devotos que a seguem durante a Procissão.

A população pode ver imagens fiéis à original do Senhor Jesus dos Passos nas igrejas da Grande Florianópolis.

Após a Procissão, as réplicas da imagem são recolhidas e a imagem original fica exposta durante o ano todo na Capela Menino Deus.

Cemitério

No ano de 1852, a Irmandade do Senhor Jesus dos Passos obteve autorização para instalar um cemitério particular no terreno localizado aos fundos do Imperial Hospital de Caridade. Assim, o projeto do cemitério foi implantado na gestão do Provedor Polydoro do Amaral e Silva.

Como foi criado para atender ao sepultamento dos irmãos, encontram-se no local inúmeras personalidades dos âmbitos religioso, político e social. Entre eles, destacamos a presença do ex-governador Adolfo Konder, o ex-prefeito e ex-provedor Germano Wendhausen, o conselheiro Manoel da Silva Mafra, Monsenhor Francisco Topp, o médico e historiador Oswaldo Rodrigues Cabral, Eduardo Horn, entre outros.

Desde a inauguração até os dias atuais, foram realizadas duas ampliações. A primeira em 1924 e a segunda em 1972, para atender a comunidade florianopolitana.

 No conjunto arquitetônico do cemitério, destacam-se dois portais e um Cruzeiro das Almas, usado para acendimento de velas, além da arquitetura artística dos jazigos. Atualmente, o cemitério tem 660 túmulos e 17 mausoléu.

Quem Somos

Contamos com 200 leitos distribuídos em 15 unidades de internação, incluindo duas unidades de terapia intensiva.

As informações em nosso site têm caráter meramente informativo e não substituem as orientações do seu médico. | Termos de Uso | Política de Privacidade
© 2019 - Todos os direitos reservados ao Imperial Hospital de Caridade | Desenvolvido por Santé Consulting. | Última atualização do site: 15/04/2020